Autor: admin

O PLANO DE NEGÓCIOS

O PLANO DE NEGÓCIOS é uma ferramenta de grande importância para o planejamento. Basicamente, o plano de negócios descreve os objetivos que se pretende alcançar com determinado negócio e a forma como esses objetivos serão alcançados.

 Nele estarão previstos todos os recursos necessários e seus custos, sejam materiais, financeiros, tecnológicos e, principalmente, humanos. Além disso, com base nas previsões de quantidades produzidas e vendidas ou dos serviços que serão prestados, é possível projetar cenários de receitas que dirão se o negócio é viável, se é lucrativo e se o valor do investimento está retornando para o investidor.

Muitas análises financeiras e econômicas podem ser realizadas a partir de um bom plano de negócios. Essas análises irão auxiliar na tomada de decisões importantes, tais como: o momento ideal de buscar recursos financeiros, investir em novas tecnologias, contratar pessoas ou, até mesmo, reduzir custos.

Por isso é importante que a elaboração do plano de negócios seja uma prática recorrente dentro da organização. Muitos acreditam que o plano de negócios é realizado apenas quando se inicia um novo empreendimento, mas a verdade é que essa ferramenta deve fazer parte do processo de gestão, e como tal, deve ser planejado, testado, verificado e corrigido, num ciclo contínuo.

Sobre Business Intelligence

 “Preciso melhorar as ferramentas de tomada de decisão da minha empresa! O que fazer?”

gráficos

BI (Business Intelligence) pode ser traduzido como Inteligência de Negócios e é uma metodologia que permite a utilização de ferramentas para coletar, transformar, organizar, analisar e distribuir informações necessárias e relevantes para a tomada de decisão.

Uma plataforma de BI deve ser capaz de trazer as informações de forma contextual, em conjunto com outras informações, que de outra forma estariam escondidas ou se mostrariam de difícil análise.

Essas informações podem ser extraídas de várias fontes importantes, como o ERP (Enterprise Resource Planning), que é software utilizado no dia a dia da empresa para faturamento, vendas, gestão financeira etc. Mas também podem ser extraídas de planilhas, documentos, e até de fontes externas, como a internet.

Um BI corretamente implementado deve, além de subsidiar os usuários com informações relevantes, também ser capaz de permitir a análise de causa e efeito dos fenômenos organizacionais. Assim, o gestor, em posse da informação e de suas causas será capaz de realizar a ação (ou decisão) necessária para a solução de determinada situação, corrigir os rumos do seu planejamento e, depois, realizar o acompanhamento através de novas análises, num ciclo de melhoria contínua.

Designed by Freepik

“BI é somente para grandes empresas? Minha empresa comporta um BI?”

Até há alguns anos, quando se falava em BI a ideia remetia a grandes corporações que se utilizavam de enormes quantidades de dados oriundos de muitas unidades operacionais. E, realmente, isso custava caro.

Mas isso mudou! Com o avanço da tecnologia e o surgimento de várias plataformas, as soluções de BI tornaram-se acessíveis às empresas de todos os portes e orçamentos. Inclusive, é comum hoje em dia que os softwares ERP já tenham à disposição dos usuários um módulo de BI que pode ser adquirido ou integrado aos módulos operacionais utilizados pela empresa.

E aqui cabe uma ressalva: um projeto de Business Intelligence é muito mais do que um módulo ou uma tela com gráficos bonitos: é um conceito! Muitos fornecedores acabam vendendo projetos como soluções de BI a um custo bastante baixo, mas que não passam, muitas vezes, de uma maneira mais rápida de gerar relatórios e gráficos.

É importante lembrar que um BI corretamente implementado, como o próprio nome já diz, deve trazer inteligência para o negócio. Tem que ser utilizado em um ambiente onde há maturidade para a informação, e por isso as pessoas devem ser levadas em consideração. Deve ser capaz de acompanhar as mudanças que ocorrem no negócio em que a empresa opera, trazendo vantagem competitiva. E, ainda, deve ser utilizado como um processo, e não apenas como uma ferramenta.

Por isso, se você precisa tomar melhores decisões na sua empresa, um projeto de BI certamente é o caminho mais indicado. Mas antes de gastar dinheiro à toa, faça uma análise do seu negócio, defina exatamente o que você precisa e, mais importante, esteja preparado para as mudanças!